• Equipe wwwarpando

Dicas para alinhar coração, mente e sua iniciativa


Hoje compartilho uma coletânea de dicas que reuni em minha caminhada como empreendedora e ser atuante nos desafios pessoais, coletivos e planetários. São insights de mestres, parceiros, amigos, pensadores e fazedores, que reuni ao longo da caminhada em momentos diversos de aprendizagem.


Tammy Duggan-Herd por Pixabay


Todos são referências em que me apoiei para definir os rumos de minha empresa La durabilité, e que ainda sigo recorrendo em cada ciclo de (re)avaliação e (re)planejamento de passos futuros.


Primeiramente trago algumas reflexões mais gerais, que aplico quando estou pensando no nível estratégico e mais profundo. Em geral gosto de trabalhar com sínteses, metáforas e análise da raíz das palavras, e é isso que trago a seguir:

  • Prosperar = sobreviver E evoluir

  • Responsabilidade = responder com sua habilidade

  • Coragem = agir com coração

  • Ação focada em nicho é diferente de ação focada em processo => nicho da corrida é diferente de chamar para correr (é mais inclusivo)

Foco no nicho - público tem de ser corredor;

Foco no processo - público que quer correr


Quando estou construindo o caminhar da empresa considero estes pontos, que se aplicam tanto a minha dimensão pessoal/interna, quanto a dimensão interior da empresa, onde nascem as diretivas para sua ação no mundo.


O processo de planejamento que aplico conta ainda com outros aportes, para este escrito selecionei os seguintes:

1 - Reflexões e aspectos da dimensão individual, coletiva e da transição entre ambas;

2 - Reflexões sobre a colaboração e o colaborar;

3 - Comparações entre concentração/expansão, abundância/escassez, coração/mente.



1 - Reflexões e aspectos da dimensão individual, coletiva e da transição entre ambas

DIMENSÃO INDIVIDUAL

  • Podemos nos pensar enquanto indivíduos a partir de 3 aspectos que compõe nossa melodia e nosso refrão na vida, segundo Oswaldo Oliveira:

  • Intenção de vida, é o padrão de atração e movimento

  • Temperamento - o tempero, as habilidades - “eu sou assim”

  • Experiências - onde as duas coisas se misturam e geram as experiências

  • Uma maior potência do SER gera uma abundância no TER



Imagem de SplitShire por Pixabay


TRANSIÇÃO INDIVIDUAL => COLETIVO

  • Presente está em construção - se está em construção - então posso fazer parte

  • Definir o que vai ser/individual é diferente de definir coletivamente o que será

  • Ex: chamar para livro infantil, diferente de chamar para atuar com livro infantil

  • Para atuação no coletivo: preconceito gera limitação, ou seja, a relação com definição prévia das coisas acontece por medo do desconhecido, afeta o fluxo.

  • A arte é iniciar e depois virar nó no processo.


DIMENSÃO COLETIVA

  • Sobre estar em comunidade

  • Comunidade é o campo de possibilidades, conectado a uma intenção.

  • Várias iniciativas em interação vão construir as soluções para os desafios atuais

  • Precisa de ajuda? diz!

  • Nenhum consenso contempla a individualidade


2 - Reflexões sobre a colaboração e o colaborar

  • Colaborar => co-laborar => laborar= trabalho => trabalhar junto, co-criar o trabalho.

  • Trabalho colaborativo não é - todo mundo faz tudo junto, pq tira potência. É cada um fazendo um pouquinho. Cada um tem uma parte do todo do qual é responsável.

  • É importante cuidar da comunicação para gerar o coletivo, da convergência para atender todas as necessidades.

  • Na imaginação tudo é possível e acontece perfeitamente, sem obstáculos, porém fica só na mente de quem imagina. A colaboração só se faz na ação e os resultados são ampliados com fruto da ação.

3 - Comparações entre concentração/expansão, abundância/escassez, coração/mente



A intenção aqui foi um pouco partilhar o “avesso”, os “bastidores” das referências e estratégias que uso para alimentar meu processo de agir no mundo através de uma empresa. Mas percebo que pode ser útil para quem desejar pôr em ação qualquer coisa no mundo, e essa inclusive é minha motivação em expor desta forma mais crua minhas notas de referência. Espero que também sirvam para apoiar sua caminhada!


Por: Angela Schmidt

Leia mais









O vão da escadaria, os negócios de impacto e o kit de sobrevivência - Angela Schmidt











DIÁLOGO E CONFIANÇA FORTALECENDO A COLABORAÇÃO - Artigo escrito pela Conselheira: Isabela Sobreira












O que podemos aprender com os pássaros? - SImone Catalan

18 visualizações0 comentário