• Equipe wwwarpando

O que a prosperidade tem a ver com finanças pessoais

Atualizado: Ago 18

Nunca fui muito boa com finanças...


No mundo corporativo, tive que aprender na raça. Ao estudar, na pós graduação, era mesmo para tirar nota e me livrar logo da matéria.


De verdade, só fui aprender algo mais, e estou no caminho de mergulho, quando a “grana” faltou. E, o que aprendi, com um sorriso no rosto (sic: mentira!) é que meu pai tinha razão: “De tudo o que você ganhar, separe, pelo menos 10%, e guarde... para uma reserva em momento de aperto”; “Não deixe para guardar o que sobrou no mês... inicie o mês guardando” “Se puder pagar a vista, é melhor!”; “Transforme seu sonho num objetivo financeiro.... ponha valor no que você sonha comprar e se planeje para comprar”.


Acabei de fazer um curso de Inteligência financeira, muito mais para aprender conceitos de como funciona o mercado financeiro, aplicações, como guardar o dinheiro e ter mais rentabilidade com ele, ao invés de guardá-lo embaixo do colchão.


Outra vez, nada teve a ver com ter dinheiro sobrando e sim conseguir construir uma sistemática para “domar” o que tenho e não “ser domada” pelo o que não tenho. Lidar inteligentemente com recursos nos faz mais prósperos. Nos faz pensar em se sustentar ao longo da vida.

Primeira coisa que aprendi:


Monte sua planilha de ganhos e gastos. Na primeira vez, anote todo dia o que ganhou e o que gastou, com o título do que ganhou e gastou e o valor. Cuidado: pagar cartão de crédito não é um gasto com o título “cartão de crédito: R$ 250,00”.

É necessário depurar a fatura do cartão de crédito em quais gastos foram feitos, como por exemplo: roupas: R$ 30,00/lanche: R$ 25,00.


Terminado este mês onde você anotou tudo o que ganhou e gastou, agrupe os gastos em categorias, tais como: lazer, comida, saúde, roupas, reserva, etc...

Esta tabela, toda classificada, te dará visibilidade acerca de onde você está gastando o seu dinheiro e te ajudará a tomar decisões de controle de gastos ou redistribuição do seu recurso em cada categoria.


Só existem duas maneiras de equilibrar suas finanças: ganhando mais ou economizando mais.


Parece fácil, né? Nadaaaaaa... tudo tem a ver com hábito. Tô começando a incluir isso na minha rotina.


Por: Ligia Mardiression

Esse artigo atende aos seguintes objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU:









Vale também ler artigos super legais aqui no nosso blog






As Finanças comportamentais nas tomadas de decisões - Artigo escrito pelo conselheiro Paulo Antonelli Filho










Vale quantos chicletes? - Escrito pela Pá Falcão








Se você tem destreza com Excel, isso pode te ajudar. Do contrário, soube de aplicativos do celular que te apoiam a fazer esta entrada no mundo das finanças pessoais.


Segue link para conhece-los :


https://blog.guiabolso.com.br/6-aplicativos-de-gastos-para-auxiliar-o-seu-controle-financeiro/.


Alguns bancos têm este recurso no aplicativo, junto com o extrato da conta corrente.


Sugiro também uma “passeada” num glossário de termos do mundo de finanças


https://blog.guiabolso.com.br/6-aplicativos-de-gastos-para-auxiliar-o-seu-controle-financeiro/



Termino contando uma outra fala de meu pai “Conhecimento é poder!”


Não me refiro a um poder que usurpa , mas sim o poder pessoal de comandar sua vida, de agir, conforme suas necessidades e desejos. O poder de gerar prosperidade.



#Inteligênciafinanceira #finançaspessoais #controledegastos #negocios #ligiamardiression #prosperidade




19 visualizações

Receba nossas atualizações

  • YouTube - círculo cinza
  • LinkedIn - círculo cinza
  • Instagram