• Equipe wwwarpando

Onde encontramos a Paz em tempos de pandemia?

Atualizado: Ago 18

Responder a esta pergunta não é simples agora, no momento atual, da mesma forma que nunca foi simples em nenhum momento da caminhada da humanidade. Muitas são as causas para este dilema surgir, e muitas são as buscas individuais e coletivas para as respostas.


Encontramos um caminho de busca para tornar real a paz no mundo dentro da Agenda 2030 da ONU que traz a Paz como um dos seus 5 eixos transversais.


O documento coloca que estamos determinados a promover sociedades pacíficas, justas e inclusivas que estão livres do medo e da violência. Não pode haver desenvolvimento sustentável sem paz e não há paz sem desenvolvimento sustentável. (fonte: https://sc.movimentoods.org.br/os-5ps-da-sustentabilidade/).


Este pilar da sustentabilidade, junto com outros 4 pilares (pessoas, prosperidade, planeta e parcerias), atravessam todos os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que compõe a Agenda 2030.


Pela sua característica ampla e complexa, se olharmos cada ODS vamos encontrar algo que cria, fortalece e traz para o mundo real estes 5 pilares.


De uma forma mais específica temos ainda o ODS 16 chamado de Paz, Justiça e Instituições Eficazes que é descrito da seguinte forma:


Promover instituições fortes, inclusivas e transparentes, a manutenção da paz e o respeito aos direitos humanos baseados no Estado de direito são a base para o desenvolvimento humano sustentável.

Estes são alguns dos princípios que sustentam as metas do ODS 16, que também inclui temas sensíveis, como o combate à exploração sexual, ao tráfico de pessoas e à tortura. Outros temas incluídos nas metas do ODS 16 são o enfrentamento à corrupção, ao terrorismo, a práticas criminosas, especialmente aquelas que ferem os direitos humano (fonte: https://sc.movimentoods.org.br/objetivos/paz-justica-e-instituicoes-eficazes/).



Mesmo considerando que esta abordagem trazida pelos ODS pode contribuir para que nossa forma de viver seja mais pacífica, e por consequência sustentável, para muitos de nós, a questão de como e onde encontrar a paz segue em aberto.


Falando de atualidade, não podemos deixar de olhar para a pandemia que atravessamos, e para os enormes efeitos desta situação em todas as esferas de vida do planeta, do indivíduo ao coletivo, do pontual ao sistêmico, do interno ao social.


Para quem busca a paz de forma comprometida, toda e qualquer estratégia pode ser avaliada e aproveitada no que faz sentido a cada um. Em minha opinião com os ODS´s aplica-se a mesma lógica. Olhando mais de perto então, o que este movimento ODS-Agenda 2030, vem produzindo sobre nosso tema de interesse aqui PAZ-COVID-19?


Uma das produções interessante que encontrei veio do Pacto Global, criado em 2000 pelo então secretário-geral das Nações Unidas, Kofi Annan. Este pacto é voltado às empresas, e estabelece um chamado de alinhamento de estratégias e operações a 10 princípios universais nas áreas de Direitos Humanos, Trabalho, Meio Ambiente e Anticorrupção e desenvolverem ações que contribuam para o enfrentamento dos desafios da sociedade. Segundo dados do seu site, o Pacto é hoje a maior iniciativa de sustentabilidade corporativa do mundo, com mais de 13 mil membros em quase 80 redes locais, que abrangem 160 países.


A iniciativa nos traz uma imagem que é um recurso interessante para pensarmos alguns pontos estratégicos para nossa investigação sobre Onde encontramos a Paz em tempos de pandemia.

Antes de avançarmos, gostaria de colocar algumas provocações para que nosso pensar e sentir esteja atento ao analisar a imagem a seguir pensando no tempo presente:

  1. O que você considera com Paz, para você, para a sociedade e de forma planetária?

  2. Qual a sua percepção da proposta de Paz trazida pela Agenda 2030, seus pilares e pelos ODS´s?

  3. Quem tem direito a Paz? Alguém ou alguma forma de vida não tem este direito, ou tem direito a um acesso parcial? Por que?

  4. Onde você encontra a Paz na sua vida de forma individual, e onde a encontra no mundo?

  5. Onde a paz não está presente em sua vida e no mundo? O que falta para que ela se torne realidade?

  6. O que você pode fazer para criar ou fortalecer uma vida pacífica para você, e para todos os outros seres vivos (não só humanos...)?

De posse destas pequenas/grandes questões apresentamos então uma imagem que retrata relações importantes entre os ODS e os impactos do COVID-19



Fonte: https://www.pactoglobal.org.br/pg/pacto-contra-covid-19


Muitos grupos e movimentos ligados aos ODS´s estão gerando análises da situação dos Objetivos no presente e dos impactos da pandemia nos resultados obtidos. A ONU por exemplo, tem gerado comunicados, relatórios e outras formas de trazer para o centro do processo da Agenda 2030 os desafios da pandemia. Em um informe publicado em Julho deste ano, no seu site (https://nacoesunidas.org/relatorio-da-onu-sobre-progresso-dos-ods-aponta-que-covid-19-esta-comprometendo-avancos-sociais/), encontramos uma declaração do Secretário Geral da António Guterres que coloca luz sobre pontos frágeis da realidade que são obstáculos a Paz.


Nas palavras do Secretário Geral a COVID-19 não afeta a todas e todos da mesma forma:


“Embora o novo coronavírus afete todas as pessoas e comunidades, isso não acontece de forma igualitária. Ao contrário, tem exposto e exacerbado desigualdades e injustiças.”

Ainda segundo o relatório, “são os pobres e os mais vulneráveis – incluindo crianças, idosos, pessoas com deficiência, migrantes e refugiados – os atingidos de forma mais dura pelos efeitos da pandemia da COVID-19. As mulheres também estão arcando com o impacto mais pesado desses efeitos.”


A realidade planetária está profundamente afetada no momento presente, toda a vida na Terra experimenta de alguma forma os impactos do COVID-19. Este é um fato que nos une de forma inegável e planetária. Mas, cada espécie vive os impactos dentro de seu universo de existência, e é ai que percebemos a potencial grandeza de nosso papel na superação desta crise e na regeneração da uma vida sustentável e pacífica.


Encontrarmos a Paz em tempos de Pandemia é então, uma responsabilidade que temos com espécie parte do ciclo da Vida. Ao dizer isto entendemos que temos de abraçar o processo de forma ampla e sistêmica. A busca pela Paz passa pelo nosso mundo interno e extrapola para todo que nos rodeia. Cada dimensão desta busca possui suas provações, ferramentas, estratégias e resultados. Temos um mosaico de dimensões que se sobrepõe e transpassam (assim como os 5 pilares da sustentabilidade trazidos pela Agenda 2030) com o eu (mundo interior, processos de autocuidado, autoconhecimento); o outro (coletivo, sociedade, outras formas de vida); o ambiente (nosso espaço material).


Ligando todas estas dimensões, temos os processos por onde flui a vida e sua constante transformação. Encontrar a Paz passa por percebermos toda esta teia de relações e identificarmos brechas em nossa vida por onde podemos iluminar o SER-SENTIR-FAZER com as cores da Paz. Se houver regeneração e crescimento da Vida, é um sinal que estamos no caminho certo, e que o farol escolhido é realmente um refúgio nestes tempos nebulosos do presente.


Por: Ângela Schmidt

Esse artigo atende aos seguintes objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU:









Vale também ler artigos super legais aqui no nosso blog:





Crescimento econômico: Assunto Intocável? - Vídeo de Simone Catalan










O monge e o Rabino - Vídeo de Pá Falcão











5 Economistas mudando a realidade -

Vídeo por Pá Falcão








Para saber mais:


Webnar Pandemia, ODS e impactos para o setor empresarial da Rede Brasil do Pacto Global, debatendo as conexões entre a Agenda 2030 e a Covid-19, com foco na retomada econômica do setor empresarial aliado aos ODS.












#sustentabilidade #transição #regeneração #ODS #paz #angelaschmidt



19 visualizações

Receba nossas atualizações

  • YouTube - círculo cinza
  • LinkedIn - círculo cinza
  • Instagram